in

Selda – a “Morena de Cá” fala sobre assédio

A cantora Selda, também conhecida como a ‘Morena de Cá’, revelou em entrevista a rádio UNIA, que já sofreu e tem sofrido assédios, inclusive de admiradores do seu trabalho.

Durante a entrevista, o radialista perguntou a Selda se alguma vez já tinha sido assediada, a cantora sem curvas, começou por argumentar que toda mulher é ou já foi assediada, tendo em seguida revelado que também é vítima deste mal.

“Sou assediada… Felizmente, nunca tive daqueles assédios de chegar ao ponto de ter de passar dos limites”, revelou a cantora.

Para se manter firme e continuar o trabalho, a voz inconfundível, autora do sucesso “Aquela rua”, disse que: “é necessário estar sempre preparada psicologicamente para enfrentar tal prática que tem muitas formas nos dias de hoje”.

Natural da da Huíla, Guiselda Tainara Salgueira Portelinha de nome artístico Selda, 29 anos, é uma jovem cantora conhecida no music hall nacional pelo CD de estreia “Morena de Cá”, lançado, em Luanda. Entrou no mundo da música aos nove anos na província da Huíla, onde viveu com os pais até aos dez anos.

Foi influenciada pela avó, que gostava de cantar fado, e do pai, que nos tempos livres exercia a actividade de DJ.

Num concurso realizado em Luanda, Selda foi a terceira classificada e a canção foi eleita como a melhor composição musical do festival da canção de Luanda.

Anos depois, começou a participar em vários festivais nas escolas. Aos 14 anos foi apresentada ao cantor Zé Maria Boyote. O seu talento convenceu o artista que a convidou a frequentar o seu estúdio para ter mais conhecimentos sobre a música.

No ano seguinte conheceu dois jovens músicos, Toty Samed e Caetano, que tinham uma banda, onde ela teve a oportunidade de ensaiar. Realizaram as primeiras actividades musicais do grupo no King Club, na Vila Alice, em Luanda.

Aos 16 anos de idade foi convidada por Jomo Fortunato para interpretar uma das músicas da sua autoria no festival da Luanda Antena Comercial (LAC) e aos 17 anos pelo cantor Konde para participar no concurso musical da cidade de Luanda interpretando a canção “Kianda Luanda”.

Em 2011, Selda volta a estar na ribalta ao participar no concurso ENSA/ARTE da canção com um tema da sua autoria que a levou a conquistar a terceira posição. Ainda no mesmo ano aposta na carreira a solo, que culminou com o convite para abrir o espectáculo em Luanda do cantor e compositor cabo-verdiano Tito Paris.

A actividade artística de Selda passou a ser regular, cantando todas as semanas em determinados locais de diversão, em Luanda.

Com a voz suave, conquistou o prémio Voz Revelação do Top Rádio Luanda, em 2017.

Source

Written by Esse Mambo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Casal decide brincar com seu filho de ser “Jarda”

Judy Conceição partilha foto íntima