in

MCK triste por não vencer prémios em Angola

blank - MCK triste por não vencer prémios em Angola

“Como é que um artista como MCK que é estudado em Coimbra, Harvard, na universidade Católica de Portugal, Angola, Metodista da Angola, em estudos de fim do curso, não tem prémio no âmbito das letras? Não ganha um prémio da crítica musical?”, questionou o rapper.

A falta de reconhecimento por parte dos agentes culturais nacionais, deixa entristecido o rapper MCK que o bairro Margoso viu nascer, muitas vezes enaltecido pela capacidade intelectual noutras paragens. Segundo o artista, um dos pouco angolanos estudado, a sociedade angolana está mais focada na ‘popularidade’.

“Como é que um artista como MCK que é estudado em Coimbra, Harvard, na universidade Católica de Portugal, Angola, Metodista da Angola, em estudos de fim do curso, não tem prémio no âmbito das letras? Não ganha um prémio da crítica musical?”, questionou o rapper, observando “alguma coisa está mal, estamos a viver numa sociedade de valores invertidos, que dá privilégio a popularidade”.

Sem querer subestimar, Katro, em entrevista ao RC, da rádio LAC, recorreu ao estado-maior do kuduro para espelhar que a popularidade é mais valorizada pela sociedade angolana.

“Se um Nagrelha lançar um livro, pelo fenómeno popularidade que tem, é capaz de vencer Pepetela, a qualidade não é privilegiada em Angola, é vista como um detalhe”, reparou.

Na passada sexta-feira 27 de Outubro, o rapper voltou a pisar nas instalações da TPA, a convite de Benvindo Magalhães, depois de onze anos.

Source

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Deixa o teu comentário

comentários

blank - Matias Damásio para Salú Gonçalves: “Minha mãe foi parar no hospital por tua causa"

Matias Damásio para Salú Gonçalves: “Minha mãe foi parar no hospital por tua causa”

blank - No Cubico Dos Tuneza - Capitulo - 39 (Zap Viva)

No Cubico Dos Tuneza – Capitulo – 39 (Zap Viva)